Para você saber....

Meu nome é saphira, moro no brasil SC, e sou blogueira a mais de 3 anos, curto sim jrock mais não discrimino nenhum estilo musical.
Aqui eu procuro mostrar um pouquinho de tudo que gosto e respeito.
Espero que gostem.....


sábado, 12 de março de 2011

explosão e vazamento radioativo no japão



Japão decreta estado de emergência por falhas em usina atômica

Japão acaba de decretar estado de emergência por causa de um defeito no sistema de resfriamento de uma usina atômica, mas não há sinais de vazamento de material atômico. O sistema de pesquisa geológico da Grã-Bretanha classificou este terremoto como o sexto mais forte registrado em todos os tempos.
Os tremores na região nordeste do Japão não param e alguns tremores têm intervalos de apenas 5 minutos, chegando a 4.9, ou mais de 5 graus na escala Richter. Em Tóquio o sistema de transporte não vão mais funcionar nesta sexta-feira (11), pois funcionários estão percorrendo os trilhos para averiguar qualquer rompimento.
Autoridades recomendam que os moradores não tentem voltar para casa a pé e que permaneçam onde estiverem. A situação continua bastante preocupante no país.

Japão confirma explosão e vazamento radioativo em usina nuclear

Situação na província de Fukushima está sendo avaliada, disse porta-voz.
Instalação foi afetada pelo destrutivo tremor de magnitude 8,9 da véspera.


O porta-voz do governo do Japão, Yukio Edano, confirmou neste sábado (12) que houve uma explosão e um vazamento radioativo na usina nuclear Fukushima Daiichi, em Okumamachi, na província de Fukushima, local bastante afetado pelo terremoto seguido de tsunami na véspera.

"Estamos investigando a causa e a situação e vamos explicar tudo ao público quando houver mais informação", disse.

Segundo ele, por enquanto, uma área de isolamento de dez quilômetros em torno do local é apropriada.

Mais cedo, o governo japonês havia advertido sobre a possibilidade de derretimento do reator da usina, mas disse que o risco de contaminação radiativa era mínimo.

Pouco antes, a companhia Tokyo Electric Power (Tepco) havia relatado a explosão, que foi mostrada em imagens da TV pública NHK. Segundo a empresa, quatro pessoas ficaram feridas.

A explosão foi ouvida antes e após uma réplica do terremoto da véspera. Fumaça branca podia ser vista da área.

Segundo a Kyodo, os feridos estavam trabalhando para lidar com os problemas causados pelo tremor.

O canal público NHK aconselha aos japoneses que permaneçam em casa e fechem as janelas em perímetro maior que 10 km da região da central nuclear.

A radioatividade recebida em uma hora por uma pessoa na usina nuclear de Fukushima corresponde ao limite anual admissível, informou neste sábado a Kyodo.

Os reatores afetados pelo terremoto respondem por 18% da capacidade de geração de energia nuclear do Japão. Um total de 30% da eletricidade do país é gerada por usinas nucleares.

Interrupção de energia
A Tepco também alertou sobre o risco de uma interrupção da eletricidade na capital, Tóquio, e nos arredores, em função dos danos causados pelo terremoto nas centrais de fornecimento da região. A companhia aconselhou aos cidadãos que reduzam o consumo de energia.



Nenhum comentário:

Postar um comentário