Para você saber....

Meu nome é saphira, moro no brasil SC, e sou blogueira a mais de 3 anos, curto sim jrock mais não discrimino nenhum estilo musical.
Aqui eu procuro mostrar um pouquinho de tudo que gosto e respeito.
Espero que gostem.....


quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Ano novo





































QUE COR USAR NO ANO NOVO DE 2010
O último dia do ano é um dos mais esperados. Esta data se cobre com uma atmosfera mágica de energias e superstições. Não importa a religião, crença ou estilo de vida, todo mundo tem alguma coisa para comemorar no Reveillon. Isso porque ele é aquele dia que antecede um novo ano que está por vir, um novo começo, uma chance de mudar tudo que está errado manter aquilo que já foi conquistado.
Uma data tão especial quanto essa, com certeza, pede um visual à altura. Mas o que vestir para começar o ano com o pé direito? Confira a seguir algumas dicas para arrasar na comemoração. A primeira coisa é pensar qual o tipo de festa em que vai se passar a virada do ano. Existem diversos locais para se comemorar um Reveillon: praia, balada, festa fechada, na sua própria casa, no campo, entre outras.
Seja qual for lugar, muitas pessoas adotam o branco como tradição nessa data, independentemente das tendências de moda da estação. O branco pode assumir diversas formas, de acordo com o tipo de comemoração.
Se, de repente, você vai passar a virada na praia, acompanhando os fogos na areia, o ideal é estar bem confortável. Tente arriscar em um look despojado, com um vestido branco bem leve, ou apostar em um look de duas peças, deixando o branco com base em um top ou bata, coordenando com shorts ou saias. Um chinelo ou uma sandália rasteira são as melhores opções para acompanhar uma produção como essa.
Quem vai comemorar na balada ou em uma festa fechada, pode investir em um visual um pouco mais sofisticado e glamouroso. Peças com mais brilho são ideais, seja um vestido ou top de paetês ou com aplicações de metais ou pedrarias. Tecidos mais nobres são ótimos aliados em ocasiões como esta. Se o branco for a opção, acessórios dourados ou prateados dão ainda mais charme à produção.
Já aquelas que não vão sair de casa, mas querem estar por dentro das tradições, podem manter um estilo mais clássico ou básico, com tecidos mais confortáveis e modelagens diferenciadas, sem nunca esquecer dos acessórios, que são capazes de valorizar qualquer visual, por mais simples que seja.
Depois de escolher a roupa, é hora de caprichar na maquiagem. Na praia, ela pode ser mais leve e natural, com uma cobertura bem suave na pele e talvez até um pouco de iluminador, para dar um brilho especial. Rímel e um batom claro dão conta de completar o visual.
Na balada, festas particulares ou formais, é possível abusar um pouco mais da maquiagem, destacando bem os olhos, com delineador ou sombra esfumaçada, ou a boca, com um batom deslumbrante.
Agora, se você não é tanto das tradições e quer apostar em outras cores para passar o ano novo, pode escolhê-las pelo tipo de energia e significado.
O preto, assim como o branco, é uma cor neutra significa silêncio. Quando usado com brilho indica nobreza. É conhecido por afinar a silhueta, mas geralmente é deixado de lado em ocasiões como o Reveillon, por carregar consigo uma atmosfera mais pesada.
O vermelho significa, força, amor, dinamismo, é uma cor quente que demonstra a paixão das pessoas, seja por alguém, ou simplesmente pela vida.
O laranja é a cor da alegria, da felicidade aquela que contagia qualquer um. É ótimo para ser usado em estampas.
O verde é a cor da natureza. Ele remete a tudo que lembra o natural, como a calma, harmonia e a alegria.
O amarelo lembra ouro, dinheiro, riquezas. É a cor que ilumina traz a coragem para seguir em frente. Para aqueles que estão precisando de uma graninha extra, nunca é de mais arriscar. Para quem gosta de mais brilho, vale trocar o amarelo pelo dourado.
Já o rosa é a cor do romance, ideal para aquelas mulheres delicadas, que adoram um amor. Um vestidinho rosa claro se bem trabalhado com os acessórios, maquiagem e com cabelo podem formar um visual de arrasar para esse Reveillon.
O roxo é a cor dos pensadores, uma cor misteriosa. É usada normalmente por quem quer atingir o poder.
O cinza por se a cor das incertezas, não fica muito bem para quem quer algo concreto para o novo ano que se aproxima. No entanto, por ser uma cor neutra, é capaz de acrescentar um ar de elegância ao visual. Pode ser substituído pelo prata, se a intenção for gerar um pouco mais de glamour.
O azul é a cor da maturidade, que traz calma e descanso. A combinação de azul claro com branco forma um belo degradê. Uma ótima opção para quem vai passar a virada perto da água, seja em algum navio, na praia ou na beira de uma piscina.
Para finalizar, o marrom. Por ser da cor da terra, remete à solidez; indica segurança em todos ramos da vida. No Ano Novo ele brilha mais quando usado em cintos, calçados, acessórios ou ainda em estampas.
Ficam aí algumas dicas para quem quer arrasar no Reveillon. Agora que já sabe o que usar, é só se preparar para data e comemorar o ano que está por vir!

domingo, 27 de dezembro de 2009

sentimentos

Dor
Dor é uma sensação desagradável, que varia desde desconforto leve a excruciante, associada a um processo destrutivo atual ou potencial dos tecidos que se expressa através de uma reação orgânica e/ou emocional.
Tipos de Dor
A respeito da terminologia referente à dor, pode-se esclarecer os seguintes aspectos:
O limiar de dor fisiológico, estável de um indivíduo para o outro, pode ser definido como o ponto ou momento em que um dado estímulo é reconhecido como doloroso. Quando se usa calor como fator de estimulação, o limiar doloroso situa-se em torno dos 44°, não só para o homem como também para diferentes mamíferos (símios, ratos). Limiar de tolerância é o ponto em que o estímulo alcança tal intensidade que não mais pode ser aceitavelmente tolerado e, na mesma experiência, alcança os 48°. Difere do fisiológico porque varia conforme o indivíduo, em diferentes ocasiões, e é influenciado por fatores culturais e psicológicos.
Resistência à dor seria a diferença entre os dois liminares. Expressa a amplitude de uma estimulação dolorosa à qual o indivíduo pode aceitavelmente resistir. É também modificada por traços culturais e emocionais, e ao sistema límbico cabe a modulação da resposta comportamental à dor.
Para efeito de classificação médica a dor é dividida em duas categorias: as agudas, que têm duração limitadas e causas geralmente conhecidas, e as crônicas, que duram mais de três meses e têm causa desconhecida ou mal definida. Esta última categoria de dor aparece quando o mecanismo de dor não funciona adequadamente ou doenças associadas a ele tornam-se crônicas.
























raiva
Raiva é um sentimento de protesto, insegurança, timidez ou frustração, contra alguém ou alguma coisa, que se exterioriza quando o ego sente-se ferido ou ameaçado. A intensidade da raiva, ou a sua ausência, difere entre as pessoas. Joanna de Ângelis aponta o desenvolvimento moral e psicológico do indivíduo como determinante na maneira como a raiva é exteriorizada.


























medo
O medo é um sentimento que proporciona um estado de alerta demonstrado pelo receio de fazer alguma coisa, geralmente por se sentir ameaçado, tanto fisicamente como psicologicamente. Pavor é a ênfase do medo.
O medo pode provocar reações físicas como descarga de adrenalina, aceleração cardíaca e tremor. Pode provocar atenção exagerada a tudo que ocorre ao redor, depressão, pânico etc.
Medo é uma reação obtida a partir do contato com algum estímulo físico ou mental (interpretação, imaginação, crença) que gera uma resposta de alerta no organismo. Esta reação inicial dispara uma resposta fisiológica no organismo que libera hormônios do estresse (adrenalina, cortisol) preparando o indivíduo para lutar ou fugir.
A resposta anterior ao medo é conhecida por ansiedade. Na ansiedade o indivíduo teme antecipadamente o encontro com a situação ou objeto que lhe causa medo. Sendo assim, é possível se traçar uma escala de graus de medo, no qual, o máximo seria o pavor e, o mínimo, uma leve ansiedade.
O medo pode se transformar em uma doença (a Fobia) quando passa a comprometer as relações sociais e a causar sofrimento psíquico. A técnica mais utilizada pelos psicólogos para tratar o medo se chama Dessensibilização Sistemática. Com ela se constrói uma escala de medo, da leve ansiedade até o pavor, e, progressivamente, o paciente vai sendo encorajado a enfrentar o medo. Ao fazer isso o paciente passa, gradativamente, por um processo de restruturação cognitiva em que ocorre uma re-aprendizagem, ou ressignificação, da reação que anteriormente gerava a resposta de alerta no organismo para uma reação mais equilibrada.





































solidão
Solidão é um sentimento no qual uma pessoa sente uma profunda sensação de vazio e isolamento. A solidão é mais do que o sentimento de querer uma companhia ou querer realizar alguma atividade com outra pessoa. Alguém que se sente solitário pode sentir dificuldades em estabelecer contato com outras pessoas.
As pessoas podem sentir solidão por muitas razões e muitos eventos da vida estão associados a ela. A falta de amizades durante a infância e adolescência ou a falta de pessoas interessantes podem desencadear não só a solidão, mas também a depressão e o celibato involuntário. Ao mesmo tempo, a solidão pode ser um sintoma de um outro problema social ou psicológico, que deveria ser tratado.
Muitas pessoas passam pela experiência da solidão pela primeira vez quando são deixadas sozinhas quando crianças. É um pensamento muito comum, embora temporário, em consequência de um divórcio ou a perda de algum relacionamento afetivo de longa duração. Nesses casos, a solidão pode ocorrer tanto por causa da perda do outro indivíduo quanto pelo afastamento do círculo social do qual ambos faziam parte, causado pela tristeza associada ao evento.











































































sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

meu natal

Feliz natal























Não permita que a mão que te leve seja a mesma mão que te afunde.

















...lutar por aqueles que vc perdeu e por aquelesque tem emdo de perder talvez seja assim q todos devam viver...
























São nos momentos de ausencia q vemos o quanto nos faz falta aquele carinho que antes pouco inportava.















































Os ventos que as vezes tiram algo que amamos são os mesmos q trazem algo q aprendemos a amar...














Escrevo aqui no presente para que no futuro seus olhos possam lembrar de, mim quando sua mente me esquecer.















Preocupe-se mais com a sua consciência do que com sua reputação. Porqe sua consciência é o que você é,e a sua reputação é o que os outros pensam de você. E o que os outros pensam, é problema deles.



















Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, é porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra! Cada pessoa que passa em nossa vida passa sozinha e não nos deixa só porque deixa um pouco de si e leva um pouquinho de nós. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que as pessoas não se encontram por acaso.





































































Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim.


















































































































































"O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios. Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros."
















































































































...discanso agora pois os dias ruis todo mundo tem já jurei pra minm não dizanimar e não ter mais presa o mundo vai gira...



































































por mais que a chuva venha sempre tem um ceu azul






















































































































































































































preciso da tua mão
vem me lenvantar
faz-me teu servo senho
me livra do mau





































































eu não sei por quanto tempo posso te segurar
não pule
as luzes da cidade estão te enganando
apenas segure a minha mão
não pule
se nada puder te fazer voltar atraz
Eu pulo por vc?






























































Não deixe q as lembranças dezapareça.


































































































































o natal é muito importante
aprendi que é o unico dia do ano que realmente ficamos junto como uma familha
e quando perdemos esse sentimento de união perdemos o ano