Para você saber....

Meu nome é saphira, moro no brasil SC, e sou blogueira a mais de 3 anos, curto sim jrock mais não discrimino nenhum estilo musical.
Aqui eu procuro mostrar um pouquinho de tudo que gosto e respeito.
Espero que gostem.....


sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Paris – O que eu acho sobre…


por: Dani-se
Vou falar um pouquinho sobre alguns looks e peças que me chamaram a atenção quando dei uma olhada nas fotos dos últimos desfiles em Paris – Não vi todos os desfiles, mas aqui estão minhas observações.


Acessórios – Crucifixos mostrados por Jean Paul Gautier já estão rondando as passarelas a algumas temporadas e aqui encontramos ótimos exemplos de como usá-los – O legal é misturá-los a outros colares.

Bolsas – Essa carteira transparente da Maison Martin Margiela é totalmente transparente, parece ser de acrílico e bem dura pelo que entendi – bem legal, mas atenção ao que você vai colocar dentro dela, tem que ser tudo tão chique quanto a bolsa – só um batom (MAC, Givenchy, não pode ser aquele lindo de embalagem porcaria) e o cartão Black!


No desfile de Vivienne Westwood o ar destroied comandou a passarela em todos os detalhes, mas não vou falar das roupas, porque é tanta informação que não consigo achar legal, mas enfim, é moda – Dani-Se!

As unhas apareceram quebradas e com um esmalte descascado, o que me dá a impressão de zero de glamour (meninas, pode virar moda, mas please – não façam isso em casa! Nem no salão – Movimento do DS: ACETONA FOREVER), além disso os grampos aparentes nos cabelos que estavam fazendo o look ‘bad hair day’. Quem gosta?

Abre parentesis para o desfile da Maison Martin Margiela com essas roupas esquisitas – só penso em Lady Gaga.


Já a Dior esteve especialmente sexy com sua inspiração em mariners, sem esbarrar no listradinho navy tão manjado. Quepes e jaquetas brancas emolduraram vestidinhos fluidos. Nos pés as polainas chamaram a atenção, mas a beleza do desfile foi o que eu mais me identifiquei – amei as franjinhas pesadas e os cabelos bem arrumados a lá anos 50 – Quero fazer – mas acho que no desfile foram perucas.


Ah e o esmalte esteve bem lindo também – um vermelho alaranjado que não é nenhuma inovação, mas que eu sempre amei e esteve nas minhas primeiras opções de esmalte de verão.


BALMAIN – A balmania continua podrinha, rasgada, mas agora o estilista da grife, Christophe Decarnin, resolveu remendar os buracos com piercings e alfinetes – fico pensando no peso de cada uma dessas peças – Certeza que cai se não rolar um cintinho na saia – mas que ficou legal, ficou. As jaquetas foram o destaque da coleção e as meias calças desfiadas que aquela modelo brasileira/londrina de cabelo raspado na lateral usa (nossa esqueci o nome dela, tentei dar um Google, mas não rolou. Voces entenderam quem é, né?) Bom, as meias caíram super bem no look, mas não tenho coragem de usar, aliás meninas, não usem porque o povo não vai entender o conceito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário