Para você saber....

Meu nome é saphira, moro no brasil SC, e sou blogueira a mais de 3 anos, curto sim jrock mais não discrimino nenhum estilo musical.
Aqui eu procuro mostrar um pouquinho de tudo que gosto e respeito.
Espero que gostem.....


sexta-feira, 1 de março de 2013

Saiba onde denunciar maus tratos contra animais



Hj estou espirada, tenho um lado ecológico um pouco forte principalmente em alguns casos. Então vamos ao assunto de hj.






Para fazer denúncias sobre maus tratos a animais ou adotar um mascote, você pode entrar em contato com alguma ONG ou órgão do governo. Essas organizações oferecem abrigo, tratamento veterinário, apuram denúncias e ajudam os bichos abandonados a encontrar um lar.



Sociedade União internacional Protetora dos Animais (Suipa)

Onde: Av. Dom Hélder Câmara, 1801 Benfica, Rio de Janeiro, RJ

Tel: (21) 3297-8777

O que faz: A Suipa oferece abrigo a animais abandonados, atendimento veterinário e laboratório com preços abaixo da média. A ONG também tem serviço de adoção, ajuda a procurar animais perdidos, recolhe animais feridos de vias públicas e dá orientações sobre cuidados com os pets.

Denúncias: aceita denúncias de maus-tratos, venda ilegal, procriação exagerada e animais feridos em vias públicas. As denúncias podem ser feitas por telefone ou pelo site.
Colabore: você pode se associar à ONG pelo site e fazer doações via depósito bancário.

Adote: para adotar na Suipa, você precisa apresentar cópias do CPF, RG e comprovante de residência e preencher um questionário de avaliação. Todos os animais que passam por lá são castrados. Para adoção de animais com menos de seis meses, o dono assina um termo se comprometendo a levar o mascote à Suipa quando completar seis ou sete meses, para realizar a esterilização.

Associe-se: sócios da Suipa contribuem mensalmente com pelo menos R$ 15.

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis(Ibama)

Tel: 0800-618080

Fax: (61) 3307-1125

O que faz: o Ibama é responsável pelo bem-estar e conservação de animais silvestres e do meio ambiente.

Denúncias: aceita denúncias sobre porte de animais silvestres ou ameaça ambiental. As denúncias podem ser feitas pelo site ou pelo telefone.


Centro de Controle de Zoonoses (São Paulo)

Onde: rua Santa Eulália, 86, Santana, São Paulo, SP

Tel: (11) 3397-8900 e (11) 3397-8901

Plantão 24 horas, todos os dias da semana: (11) 3397-8955 e (11) 3397-8956

O que faz: É uma divisão da Coordenação de Vigilância em Saúde de São Paulo, responsável por controlar doenças transmitidas a humanos por animais. Recolhe animais de rua e os oferece para adoção. Animais que não encontram um lar em até três dias são sacrificados.


União Internacional Protetora dos Animais (Uipa)

Onde: Av. Presidente Castelo Branco, nº 3200 – Canindé – São Paulo, SP

Telefone: (11) 3313-1475 e (11) 3228-1462

O que faz: Recolhe animais abandonados e maltratados e os oferece para adoção. Possui clínica veterinária.

ONGS para adoção:

Campanha Adotar é tudo de bom
O que faz: a fabricante de ração Pedigree realiza uma campanha que incentiva a adoção de animais abandonados em todo o Brasil. Uma parcela do valor arrecadado com a venda de produtos da marca vai para os abrigos.

Em São Paulo:
Associação para o Bem-estar Animal ((ABEAC)
E-mail: abeac@abeac.org.br

No Paraná:
Sociedade Protetora dos Animais de Maringá (SPAM)
Tel: (44) 32272881/(44) 99534822/(44) 99441431
E-mail: socpam@socpam.org.br

Em Minas Gerais:
Animal & Natureza Juiz de Fora
Tel: (36) 30610818
E-mail: animalenatureza@gmail.com

Em Santa Catarina:
Instituto É o Bicho
Tel: (48) 32699271
E-mail: eobicho@eobicho.org

Na Bahia:
Abrigo São Francisco de Assis (ABPA)
Tel: (71) 34083181
E-mail: contato@abpabahia.org.br

No Espírito Santo:
Sociedade Protetora dos Animais Espírito Santo
(Sopaes)
Tel: (27) 33254395/ (27) 99459812
E-mail: adocoes@sopaes.org.br

No Distrito Federal:
Associação Protetora dos Animais
Tel: (61) 3032-3583
E-mail: proanima@proanima.org.br




Para saber mais:

Adoção
É preciso apresentar cópias do CPF, RG e comprovante de residência a qualquer organização que tenha animais a serem adotados.

RGA
É o registro animal. O bicho deve usar uma plaqueta pendurada na coleira com o número do RGA, que vale como uma identidade. O registro pode ser obtido no Centro de Controle de Zoonoses (em São Paulo) e é obrigatório por lei em São Paulo.

Vacinação
O animal deve receber três doses da vacina V8 ou V10 quando ainda é filhote. A primeira é dada aos 45 dias de vida, a segunda, 20 dias depois da primeira e a terceira, 20 dias depois da segunda. Aos 120 dias, o animal deve receber a vacina antirábica (que protege contra o contagio da raiva), e depois, uma vez por ano.

Vermifugação
A primeira dose de vermífugo deve ser dada aos 15 dias de vida e novamente aos 30 dias. Tanto filhotes como a mãe devem ser vermifugados. Quando adulto, é necessário dar vermífugo para o seu mascote pelo menos duas vezes ao ano, ou conforme indicado pelo veterinário.

Maus tratos
Antes de fazer uma denúncia, verifique se o que você vai denunciar está mesmo fora da lei dos crimes ambientais (lei federal 9.605/98). O artigo 32 diz “praticar ato de abuso, maus tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”, com três meses a um ano de detenção e multa. A mesma lei diz ainda que “incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos” e que “a pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal”.

Animais em apartamento
A lei (4591/64) e um artigo do Código Civil (artigo 544) amparam qualquer animal que viva em um condomínio de apartamentos, mesmo que a convenção condominial o proíba. Mas desde que o pet não perturbe o sossego, a salubridade e a segurança de quem mora ali.

Corpo de Bombeiros: telefone 193

Polícia Militar: telefone 190

Promotoria de Justiça do Meio Ambiente: (11) 3119-9102 / 9103 / 9800

fonte:http://bitscaverna.com.br/cachorroblog/?p=2018

Nenhum comentário:

Postar um comentário